Quais as funções de um porteiro?


O tema Portaria e as funções do Porteiro estão sendo discutidas por conta de um cenário atual que exige cada vez mais a profissionalização do Porteiro, principalmente por 2 fatores: a habilidade cada vez mais exigida para o uso de tecnologias, como por exemplo softwares de entrega de correspondências, cadastro de moradores, uso de ferramentas de aplicativos adquiridos pelo condomínio e ainda, a questão do controle de acesso nos condomínios. 

Sem contar as características pessoais que influenciam nas suas atividades diárias, que podemos listar aqui a cordialidade, a postura, a expertise de lidar com inesperado, e ser organizado

Mas, e o que cabe ao porteiro?

Cabe ao Porteiro autorizar ou não a entrada de visitantes, prestadores de serviços e funcionários das unidades; bem como registrar as informações exigidas como nome, horário de entrada e saída.

É o Porteiro que recebe, organiza e, em alguns condomínios, gerencia a entrega de correspondências dos moradores.

Ele deve estar atento e perceber se algo está saindo da normalidade e avisar o síndico pelos canais de comunicação pré-estabelecidos e ainda registrar no livro de ocorrências de funcionário do condomínio.

Quanto o assunto é segurança, em casos de assaltos, geralmente o porteiro é sempre o primeiro a ser dominado pelo assaltante, então para evitar maiores transtornos e não dar chance para o azar, lugar de porteiro é na Portaria.

Também não deve temer barrar possíveis visitantes, afinal, liberar ou não pessoas depende apenas dos moradores – o porteiro executa as ordens que lhe foram dadas. Não é ele quem decide! 

Para que o Porteiro execute suas atividades de forma adequada, o condomínio deve também dar condições ao profissional como: portaria blindada, ventilada e com espaço confortável; linha telefônica; encaminhar periodicamente o profissional a cursos de reciclagem para que se mantenha atualizado; deixar claro os procedimentos e regras do condomínio; e ainda disponibilizar telefones de emergência como polícia, bombeiros, administradora, síndico, delegacia próxima e ainda, os prestadores de serviços da área comum do condomínio, como manutenção de elevadores, por exemplo.

O que percebemos também é algumas pessoas acabam abusando da figura do Porteiro, e solicitando pequenos favores, o que pode configurar acúmulo de funções;
Vejam, não se deve pedir ao Porteiro que descumpra as regras do condomínio; que carregue sacolas de compras; manobre carros na garagem; “fique de olho” nas crianças; que sempre libere determinada pessoa sem avisar o morador; e ainda que guarde chaves das unidades ou de automóveis na portaria. 

Um bom Porteiro deve manter um relacionamento cordial e simpático com os moradores, evitando a todo custo deixar a portaria desassistida; deve ainda colaborar para o cumprimento do regulamento interno e ainda alertar o zelador e o síndico sobre irregularidades ocorridas durante o seu horário de trabalho.

Se você é Porteiro, deve ainda ter atenção para os seguintes aspectos pessoais:

esteja sempre com o uniforme bem passado, com a barba e o cabelo cortado, uma boa imagem pessoal, em qualquer profissão passa segurança e respeito. Pense nisso!

Não mantenha conversas com demais funcionários na portaria ou em áreas comuns por tempo demasiado;

Não comente, fora do local de trabalho, sobre o seu cotidiano no condomínio;

Zele pelos equipamentos disponibilizados para suas atividades diárias.

Você é a Porta de entrada do condomínio! Gentileza e cordialidade causam sempre uma boa impressão!

Conte com a gente! visite nosso site: www.cmpremium.com.br

Acesse nossas redes sociais:

e acesse nosso site www.grupocmcondominium.com.br